A criança e o luto


Enfrentar a morte de uma pessoa querida é difícil em qualquer idade. Enganam-se aqueles que acreditam que nas crianças a dor da perda é substituída facilmente por distração e brincadeiras. A criança, por não saber nomear nem classificar os sentimentos, expressa-os na forma de brincadeiras. É por meio do brincar que a criança repete vivências passadas e fantasias internalizadas. Como afirma Klein (1991), por meio da simbolização a criança expressa suas fantasias, ansiedades, e desta forma consegue aliviar-se, fazendo com que a brincadeira seja essencial para seu desenvolvimento. A criança pode comunicar-se também através de seu corpo: por dificuldades de saber expressar-se, ela exprime a dor por comportamentos agressivos e de irritabilidade. 

É fundamental que as crianças vivenciem o luto. Já passei pelo problema com minha filha por duas vezes: em 2009 (ela tinha 9 anos quando a Bisa faleceu) e em 2011 (ela tinha 11 anos quando a avó faleceu). Como hoje comemora-se o Dia dos Finados achei pertinente abordar o assunto. 

Não falar da dor não significa não a sentir, e muitas vezes as crianças podem estar sofrendo e não lidando com a perda de modo saudável. Para que isso ocorra é necessário que a criança vivencie os sentimentos do luto. Elas devem ser encorajadas a falar sobre o que estão sentindo, para conseguir elaborá-lo, impedindo que o luto mantenha-se indefinidamente (Mazorra, 2001).

Dentre as minhas pesquisas indico:

Atenção!

O luto é complexo. Varia de criança para criança. Os adultos devem ser atenciosos e comunicar às crianças que este sentimento não deve ser escondido ou sentido como vergonhoso. Pelo contrário, a dor é uma expressão natural do amor que se sente por uma pessoa que faleceu.

A forma pela qual a criança agirá diante da morte é particular de cada uma. A duração e a intensidade dos sentimentos dependerá tanto de sua personalidade quanto de seu vínculo afetivo com a pessoa falecida. 

“Entre aqueles que se amam a morte aparece em vão, pode plantar saudade, mas nunca a separação.”

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>